Para voltar a abraçar, é preciso afastar

“A gente espera do mundo e o mundo espera de nós um pouco mais de paciência. Será que é tempo que lhe falta pra perceber? Será que temos esse tempo pra perder? E quem quer saber? A vida é tão rara, tão rara.”

Começo esse texto citando o sábio Lenine e sua música Paciência, porque é isso que precisamos ter agora: PACIÊNCIA.

É ruim não poder beijar e abraçar quem a gente gosta? É, mas é necessário! É estranho ver nosso país, nossa cidade, com pouco movimento nas ruas? É, mas é necessário! Não somos imunes. Não é apenas uma gripe. As medidas são drásticas, porém são tomadas para controle e prevenção. Isso é só um período, nós vamos passar por isso. Mas, enquanto precisarmos, vamos ficar em casa.

Se você pode, fique em casa!

Tenho visto vários relatos e opiniões sobre essa situação, mas um em especial me chamou a atenção. Um comentarista de uma tv em Portugal leu o seguinte comentário: “Aos seus avós lhes foi pedido para irem à guerra, a vocês estão pedindo apenas para ficarem no sofá.” E é Isso. Aproveite esse período para usar o poder das redes sociais para nos conectarmos. Curta aquela foto da sua amiga que você não teve tempo de ver enquanto trabalhava, assista ao vídeo do influenciador que você gosta. Use esse tempo pra ficar com a família, colocar os seriados em dia, ler aquele livro que por tanto tempo adiou e testar novas receitas gostosas (e compartilhar com os amigos).

Além disso, busque se informar, não divulgue fakenews, e só compartilhe informações relevantes. Não julgue quem ficou doente, porque ele não escolheu ficar. Cuide dos idosos e das pessoas que fazem parte do grupo de risco. Libere seus funcionários, mas continue pagando seus salários. Não vá à praia, cancele sua viagem e evite aglomerações.

Quarentena não é férias.

Não precisamos e nem devemos estocar comida, até porque o abastecimento está 100% normal, segundo a Associação Catarinense de Supermercados, e esses serviços básicos à população seguirão abertos. Não encha o carrinho, isso é sinal de respeito por quem não pode comprar grande quantidade de comida. Se os produtos sumirem, automaticamente aumentarão de preço e nem todos poderão pagar por isso. Essa é a hora de nos unirmos e pensarmos no próximo, e não em si. Vamos ter consciência, responsabilidade e empatia. Acredito que esses são os melhores remédios.

Que Deus proteja todos os profissionais que estão trabalhando e prontos para nos proteger. Que cada um de nós faça a sua parte e siga as orientações de segurança. Assim estaremos protegendo uns aos outros, até porque ninguém está sozinho nessa. Nada de tristeza e de ficar reclamando da vida… Se cuidar, sim, ficar triste, não!

Essa é uma oportunidade de lutarmos juntos contra um inimigo oculto. Então, juntos, mesmo que por aqui, vamos mostrar que somos mais fortes. É tempo de olhar além e fazer o bem! Então, lave as mãos e fique em casa. Ficar em casa salva vidas!

Neste momento, não é apenas por uma pessoa, mas sim por todas.

Parafraseando ainda o Lenine: mesmo que a vida não pare, vamos desacelerar quando tudo pede calma. Que tenhamos força e calma nesse momento para pensar nas pessoas e no melhor para o nosso país. Porque quanto mais cedo nos distanciarmos, mais cedo nos abraçaremos!

continue lendo

Mais posts do blog!

GRATIDÃO!

Quero agradecer a cada mensagem de carinho e força que estamos recebendo de muitas e muitas pessoas. Nunca imaginei passar por algo parecido. É uma

Continuar Lendo »

Cadastro realizado!

Denúncia enviada!

Mensagem enviada!

Em breve entraremos em contato

Você já faz parte do time!

Em breve entraremos em contato

Autorização de uso de dados

Declaro que AUTORIZO o Gabinete da Vereadora Maryanne Mattos a reter meus dados em seu cadastro exclusivamente para controle interno e para encaminhar notícias relacionadas ao mandato. Declaro também que li a Política de Privacidade.

Logo - Aplcicativo Tem meu Voto
Baixe aplicativo tem meu voto

Qual seu celular?

01 - Seguir, curtir, comentar e compartilhar as publicações

Entre em nossas redes sociais