Você costuma elogiar e agradecer seus colegas e colaboradores? E a sua chefia, gosta mais de criticar e pouco reconhece suas qualidades?

Estava em um grupo de WhatsApp com colegas do trabalho, onde todos os integrantes eram chefes de suas equipes, e lá comemorávamos um elogio que uma funcionária recebeu em uma rede social – no caso, uma pessoa agradeceu publicamente em suas redes sociais o ótimo atendimento recebido e a atenção que teve dessa servidora pública na prestação daquele serviço. Logo, começaram a surgir várias sugestões de como poderíamos formalizar esse elogio. Então, eu sugeri que fosse feito um elogio por escrito, assinado pela chefia máxima, pois isto conta na ficha funcional da colaboradora.

Assim que mandei tal sugestão, fui repreendida com a seguinte frase do responsável pela equipe: “não vamos banalizar os elogios!”. Fiquei profundamente decepcionada ao ler aquilo, e a partir daí não me manifestei mais no grupo, apenas refleti o quão é triste ainda vermos chefias que costumeiramente não medem esforços para criticar, cobrar o erro, muitas vezes até humilhar um funcionário, mas na hora de elogiar parece que sentem tanta dor.

Parece ser tão difícil para essas pessoas reconhecerem o mérito de um funcionário; e mais do que reconhecerem, manifestarem sua gratidão, elogiando algo positivo que, inclusive, repercutiu em redes sociais fora da instituição.

Uma atitude simples, mas que eleva positivamente toda a equipe. Mas pessoas assim serão apenas chefes, jamais conquistarão a alegria de serem líderes.

Sempre pensei diferente, e hoje verificamos diversas literaturas que mostram a importância de um elogio para as pessoas. Os elogios fazem parte do nosso salário emocional. Quanto você está ganhando no seu salário emocional? Como está a sua motivação para ir ao trabalho, de realizar uma tarefa ou de resolver um problema? Como sua chefia cobra os seus resultados? Eu vivo colocando na balança o salário emocional e o financeiro: os dois são importantes e devem estar equilibrados. Falo muito sobre isto nas minhas palestras, tanto para jovens como para adultos: Quanto vale a nossa felicidade, a nossa motivação e o nosso tempo?

Eu sempre tive muito prazer em elogiar as equipes que coordenei. Certa vez ao dar um elogio, eu me espantei ao ouvir do colega que aquele havia sido o segundo elogio que recebeu em 15 anos de profissão, e pelas mesmas funções que sempre desempenhou, de forma excelente, mas que as chefias anteriores não tiveram a sensibilidade de formalizar o reconhecimento ao excelente serviço prestado.

A alegria dos colegas ao receber tal reconhecimento é também o nosso salário emocional enquanto chefia.

Eu falo por mim, claro! Fico imensamente recompensada ao ver que posso proporcionar essa alegria e motivação. Aliás, tenho necessidade de reconhecer aqueles que se destacam por serem proativos, parceiros com os colegas de trabalho, responsáveis com a coisa pública, receptivos com as pessoas e, também, bem-humorados. Até porque trabalhar com alguém mal-humorado é de doer, né? Como foi de doer ler a frase que não devemos “banalizar” os elogios!

Pasmem: há chefias que pensam assim ainda hoje, quando estamos vivendo uma mudança de comportamento, que prioriza o coletivo, o compartilhamento de ideias, de espaços, de objetos… Afinal, somos todos iguais e precisamos uns dos outros em tudo, desde o momento que nascemos até quando nos despedimos desta vida.

Vamos, em nossas equipes, premiar com elogio formal aqueles que se destacam por colaborarem, respeitarem, estarem sempre dispostos a aprender e a ajudar! Mais vale uma pessoa boa de coração, com boa índole e disposta a aprender do que um “super” técnico da área, mas pedante, mal educado, o qual não compartilha o conhecimento e acha que sabe tudo. Este, com certeza, está com seus dias contados se não aprender a respeitar e a ver as qualidades dos colegas a sua volta.

Que tenhamos mais líderes inspiradores a chefes que apenas criticam!

continue lendo

Mais posts do blog!

GRATIDÃO!

Quero agradecer a cada mensagem de carinho e força que estamos recebendo de muitas e muitas pessoas. Nunca imaginei passar por algo parecido. É uma

Continuar Lendo »

Cadastro realizado!

Denúncia enviada!

Mensagem enviada!

Em breve entraremos em contato

Você já faz parte do time!

Em breve entraremos em contato

Autorização de uso de dados

Declaro que AUTORIZO o Gabinete da Vereadora Maryanne Mattos a reter meus dados em seu cadastro exclusivamente para controle interno e para encaminhar notícias relacionadas ao mandato. Declaro também que li a Política de Privacidade.

Logo - Aplcicativo Tem meu Voto
Baixe aplicativo tem meu voto

Qual seu celular?

01 - Seguir, curtir, comentar e compartilhar as publicações

Entre em nossas redes sociais